As frangas - download pdf or read online

By Caio Fernando Abreu

ISBN-10: 8525035009

ISBN-13: 9788525035004

Show description

Read or Download As frangas PDF

Similar nonfiction_7 books

Download PDF by Ludwig Reiners: The lamps went out in Europe

Hardcover with airborne dirt and dust jacket

Download e-book for iPad: Multicore Systems On-Chip: Practical Software/Hardware by Abderazek Ben Abdallah (auth.)

Method on chips designs have developed from really uncomplicated unicore, unmarried reminiscence designs to complicated heterogeneous multicore SoC architectures along with a lot of IP blocks at the similar silicon. to satisfy excessive computational calls for posed by way of most recent buyer digital units, most present platforms are in accordance with such paradigm, which represents a true revolution in lots of points in computing.

New PDF release: Designing Inclusive Futures

Designing Inclusive Futures displays the necessity to discover, in a coherent approach, the problems and practicalities that lie at the back of layout that's meant to increase our energetic destiny lives. This encompasses layout for inclusion in way of life at domestic but in addition extends to the office and for items inside of those contexts.

Extra resources for As frangas

Example text

Na sala tem até um móbile de frangas de papel. Quando o vento bate, elas ficam cacarejando pra todo lado. Dá gosto ver. O Valdir gosta tanto de frangas que chegou a dar de presente pra namorada dele, a Lena, uma camiseta com três frangas desenhadas bem no peito. Eu faço aula de dança junto com a Lena, lá no Viola, e juro que quando ela faz aula vestindo a tal camiseta de frangas ela dança muito, mas muito melhor. Não estou dizendo tem horas que frangas fazem bem pra qualquer pessoa? A Blondie é norte-americana, por isso tem esse nome, que na língua que eles falam lá quer dizer lourinha.

Que a Blondie adora coca-cola, e come muita porcaria, hambúrguer, cachorroquente, catchup, coisas enlatadas. A Juçara achava um horror, mas acabou desculpando. Agora, vira e mexe, estão as duas de papo. A Juçara conta histórias de índio; a Blondie conta histórias de caubóis: dá tudo certo. Mas o que a Blondie mais gosta mesmo é de um bom rockand-roll. É só botar 31 um disco da Rita Lee e virar o botãozinho dela que ela já sai dançando. Numa boa, acho que aprendeu com a Lena. 32 33 Oito bons-dias Agora que já contei a história de cada uma delas, vou colocá-las de novo em cima da geladeira.

Esta é assim: tudo que parece meio bobo é sempre muito bonito, porque não tem complicação. Coisa simples é lindo. E existe muito pouco. Às vezes penso que quando eu puder, um dia, morar de novo numa casa com um pátio enorme — nem precisa ser muito enorme — vou ter galinheiro de verdade. Já pensou? Aí podia até ter um cachorro que se chamasse Faruque — esse ia ser o Faruque II, mais nome de rei ainda. Ou então uma cadela que se chamasse Cadeluda. Nossa! Pensei agorinha que podia também ter uma horta que nem aquela que falei.

Download PDF sample

As frangas by Caio Fernando Abreu


by Jason
4.2

Rated 4.42 of 5 – based on 7 votes